. Login Register
One Piece RPG

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[ROLE-PLAY] - Em busca das patentes da marinha.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Aomine

avatar
Recruta
Recruta

O sol já começa a bater na janela do quarto de Aomine as 5:45 da manha, o garoto acorda com aquele sol no rosto e se estressa, levantando da cama rapidinho. Pega seu chinelo, veste uma blusa e vai até o banheiro fazer o que deve ser feito pela manhã, pega sua escova e escova seus dentes, saindo do banheiro ele vai ao quarto de sua mãe, que não estava presente no local, a mulher ja havia saido para trabalhar.


Aomine então se troca e dirigi-se a cozinha, pegando seu avental para lavar a louça, era uma pilha de louça enorme que o garoto acabou só depois de 40 minutos. Aproximadamente 7 horas da manha, Aomine sai de casa para se exercitar na rua, ficou correndo nas ruas de logue town durante uma hora e meia.


Ao chegar em casa, já cansado, tirou seu tênis e começou a praticar capoiera no fundo de casa, lá havia um boneco de madeira rodeado de colchão para que ele pudesse chutar, treinou diversos tipos de chutes, diagonais, retos, giratórios e até mesmo chutes pulando, porém, para um garoto que havia começado a treinar há menos de 1 ano, ele ainda tinha algumas dificuldades. O Tempo passou tão rápido que Aomine nem viu, logo atrasando-se para o seu trabalho. Adentrou correndo ao banheiro de casa e tomou um banho gelado para que pudesse refrescar-se do calor e livrar-se do suor, após isso foi "correndo" para o trabalho.


Objetivo:
Meu objetivo nesta primeira aventura é me ingressar na marinha e melhorar o meu estilo de luta, a Capoeira e o taekwondo.

Status:
Status
♦HP:  225
♦Stamina: 120
♦Dourikii;. 195
♦Atq: 32
♦Precis: 140
♦Deff: 50
♦Esquiva:95
♦Bloc:  105
♦Velocidade: 17 m/s



Última edição por Aomine em Qua Out 07, 2015 1:55 pm, editado 3 vez(es)

Ver perfil do usuário

Gol D. Roger

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)
Off.: Leia as regras de postagem Aqui, e edite seu post, por favor.

Ver perfil do usuário http://onepiecestories.forumeiros.com

Aomine

avatar
Recruta
Recruta
@edit

Ver perfil do usuário

Gol D. Roger

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)
Enquanto se dirigia ao trabalho, no entanto, Aomine terminou por deparar-se com uma cena incomum para o cotidiano de sua cidade: Duas quadras antes do local no qual trabalhava, um pequeno grupo de delinquentes juvenis, armados com paus e pedaços de tubulação velha, encurralavam uma velha senhora que tentava voltar com as compras para sua casa.

Eram quatro pequenos meliantes. Dois deles com longos cabos de enxada, e os outros três com velhos canos metálicos retirados de algum ferro velho. O sol se projetava ameno, porém claro, de modo que a sombra do pequeno grupo quase ocultava a senhora ali escondida. Baixa e de idade avançada, não haveria qualquer chance de ela se livrar daquela.

Estranhamente, as pessoas que passavam em volta fingiam não perceber a cena, com medo de se envolverem violentamente naquilo. O quartel da marinha estava muito distante, no centro da grande cidade, e não pareciam haver quaisquer de seus agentes por perto.

O que o rapaz faria?

Ver perfil do usuário http://onepiecestories.forumeiros.com

Aomine

avatar
Recruta
Recruta

Apesar de não ser de costume atrasar-se, aquela era uma situação pela qual realmente valia a pena. Ao olhar tal situação onde, quatro delinquentes partindo para cima de uma senhora de idade, aquilo era algo que deixava Aomine estressado, com diversas pessoas passando pelo local e nenhuma delas fazendo absolutamente nada, Aomine correu até os delinquentes, já estressado com a situação, chegou dando um salto e um chute alto, buscando acertar a cabeça de um dos delinquentes e se aproximar da senhora.


- Eu não sei o que se passa aqui, mas acho isto muito errado, 4 juvenis querendo agredir uma senhora ? Vocês não tem vergonha? Se querem brigar, briguem comigo, deixe que esta pobre senhora saia ilesa do local.


Disse Aomine com um tom de voz alto e claro para que todos os garotos pudessem ouvir, já se preparando para o pior, Aomine entrou em posição de batalha, o garoto nunca lutou até agora, passou apenas dias e dias treinando.



Última edição por Aomine em Qua Out 07, 2015 1:55 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

Gol D. Roger

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)

O chute do recém chegado acertou em cheio a cabeça de um dos quatro jovens, que nem se quer percebeu o ataque vindo, muito distraído saboreando sua futura presa. O rapaz ficou desacordado no chão, sem sentidos. Seu bastão de madeira ressoou ao chocar-se com o chão. Os outros rapazes retesaram-se, recuando brevemente com a intervenção do recém chegado. Mas tão logo verificaram que era apenas um intrometido, pareceram recobrar a arrogância e a coragem. A senhorinha se encolheu atrás de seu mais novo protetor.

Em breve, uma pequena platéia se juntou em torno da confusão, que agora chamava ainda mais atenção quando um jovem pretenso defensor da justiça simplesmente se interpunha entre a senhora e delinquentes de um dos becos da cidade. Todos os garotos pareciam ter menos de dezesseis anos e mais do que quatorze. Adolescentes revoltados, provavelmente tentando ganhar a vida da única forma que conheciam na difícil vida das periferias da cidade do começo e do fim.

Eles pareceram ignorar completamente as falas de Aomine. Tomados por cólera, simplesmente correram contra o justiceiro, saltando sobre ele como tigres famintos saltam e sua caça, brandindo seus bastões tentando acertar apenas os membros superiores - cabeça, ombros e pescoço. Três rapazes encolerizados querendo de volta sua presa...

Ver perfil do usuário http://onepiecestories.forumeiros.com

Aomine

avatar
Recruta
Recruta

Ao perceber o movimento agressivo dos delinquentes, Aomine apenas levantou sua guarda, buscando defender usando seu braço o golpe que veio em direção a sua cabeça, e tentando desviar fazendo movimentos basicos, como o deslocamento do ombro para trás do golpe que buscava acertar ombro e pescoço.


Após tentar se defender dos ataques dos delinquentes, Aomine, levantou sua perna direita, como se ficasse em posição de batalha, tentando realizar um chute diagonal no menor que estava mais perto. Após isto, Aomine olhou para o delinquente que tentou acertar seu ombro e mirou um chute baixo no seu joelho com força, para que o mesmo sentisse dificuldades em andar. E no delinquente restante, busco acertar um chute com minha perna esqueda de baixo para cima, buscando acetar seu queixo.


- Deixem disto, fazer isso só trará prejuízo a vocês, voltem para suas casas.


Gritou Aomine, tentando fazer contato verbal com os garotos



Última edição por Aomine em Qua Out 07, 2015 1:54 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

Gol D. Roger

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)

O jovem Aomine até que não era estranho às artes de combate. Ele facilmente se livrou dos delinquentes, deixando todos os quatro adolescentes sem maiores condições de briga. Também, magros e mal nutridos da forma que eram, não seria de se esperar que resistiriam as investidas de algum combatente saudável e treinado - mesmo que minimamente.

Mas é claro, faltava experiência ao justiceiro. A ideia de bloquear um golpe de uma barra de ferro com seu braço havia sido, no mínimo, um descuido. Embora tenha evitado de ser atingido na cabeça com isso, o rádio - um dos ossos que formam o antebraço - se partiu sob o peso do golpe do longo cano de ferro, irradiando uma forte dor. Ele provavelmente não poderia usar seu braço esquerdo novamente tão cedo.

A esta altura, no entanto, dois soldados do QG da marinha haviam chegado ao local. Percebendo o grande reboliço, e encontrando 4 adolescentes espancados à frente daquele desafortunado rapaz, prontamente apontaram suas armas - dois longos mosquetes.

- Fique onde está, marginal! Estás preso em nome da justiça!

Foi o que gritou o mais alto dos dois marinheiros, de pele escura, olhos negros e barba por fazer. Sua voz era grave e rígida, em tom absolutamente imperativo. O que o jovem rapaz faria frente a esta situação agora?


=======

Remova 45 pontos de HP devido ao braço partido.

Ver perfil do usuário http://onepiecestories.forumeiros.com

Aomine

avatar
Recruta
Recruta

A dor já incomodava o garoto que recebeu um golpe em seu braço, com o braço partido. Aomine se ajoelhou no chão e colocou a mão em cima do mesmo, a dor era tanta que o garoto estava a rangir os dentes. Independente da dor, o mesmo olhou para a senhora que estava protegida e sorriu


- Desculpe não chegar antes.


Logo em seguida Aomine notou os marines chegando e ao ouvir as palavras dos homens, Aomine tentou levantar seus braços, porém um estava partido. Um leve grito de dor foi solto por Aomine, mesmo assim levantando apenas um braço, Aomine então tentava explicar aos marinheiros.


- Não é o que parece senhor. Está senhora de idade estava a ser atacada por estes quatro delinquentes, então eu intervi. Uma senhora indefesa não conseguiria fazer nada contra estes rapazes, agi apenas pela proteção da mesma.


Tentava explicar aos marinheiros Aomine, enquanto sentia muita dor em seu braço.

Status:
♦HP:  180
♦Stamina: 120
♦Dourikii;. 195
♦Atq: 32
♦Precis: 140
♦Deff: 50
♦Esquiva:95
♦Bloc:  105
♦Velocidade: 17 m/s



Última edição por Aomine em Ter Out 06, 2015 3:20 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário

Gol D. Roger

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)

Os marinheiros rapidamente baixaram suas armas ao verem o engano que cometeram, quando chegavam mais próximos. A velha retirava-se dali, tímida, resmungando agradecimentos ao jovem e caminhando na direção dos marinheiros, fazendo cara feia para as armas apontadas. Ao redor deles, a população que assistira a pequena rusga, irrompia em uma série de aplausos.

- Bem... Parece que cometemos um pequeno erro, mas ainda vou precisar que os cinco - dizia apontando também para os 4 adolescentes caídos - me acompanhem até o quartel para que colhamos seus depoimentos. Depois veremos se o Sr. Herói do dia será liberado para as ruas. Nos acompanhem, por favor.


Ver perfil do usuário http://onepiecestories.forumeiros.com

Aomine

avatar
Recruta
Recruta

Aomine ainda resmungava baixo de dor, aquela defesa com o braço custou caro, a unica coisa que ele não parava de pensar a partir do momento era o seu trabalho, ele já estava atrasado e ainda teria que ir ao quartel ? Seu braço? Partido, ele já não tinha muita coisa no braço esquerdo, com o mesmo partido ele teria que se virar 3x mais do que ja se virava para cozinhar, isso começou a afetar o seu psicológico, logo Aomine perguntou


- Senhor, não tem como o senhor me liberar ? tenho que ir trabalhar, apesar do meu braço partido, ainda tenho meu dever a cumprir. Ir prestar depoimento do que é evidente, do que é eminente só iria atrasar o meu caminho até o trabalho.


Disse Aomine tirando sua blusa e fazendo um pequeno esqueminha para deixar seu braço para cima e colocando a blusa do trabalho para não ficar sem camisa. Com dificuldades, mas colocou.



Última edição por Aomine em Ter Out 06, 2015 3:20 pm, editado 2 vez(es)

Ver perfil do usuário

Gol D. Roger

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)


- Lamento senhor, terás de vir conosco. Se resistir ao pedido, teremos que considerá-lo com um hostil. - Interveio o marinheiro,  voltando a apontar seu mosquete, enquanto o outro arrebanhava os quatro delinquentes e já se dirigia ao QG da marinha.


Ver perfil do usuário http://onepiecestories.forumeiros.com

Aomine

avatar
Recruta
Recruta
Aomine bufou baixo e fechou o rosto, ficando com uma expressão brava, com o braço esquerdo pendurado, ele disse tchau para a senhora que o mesmo protegeu e concordou com os marinheiro para ir até o quartel.

- Possamos ao menos ser breve senhores, por favor. Eu não queria me atrasar para o trabalho, tenho coisas a resolver lá.

Perguntou Aomine aos marinheiros que pretendiam o levar até o quartel para que possa dar seu depoimento.

Ver perfil do usuário

Gol D. Roger

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)


O caminho até o quartel fora relativamente rápido. Estando o pequeno grupo escoltado por dois soldados da marinha, a multidão praticamente abria-se para eles conforme passavam, dando todo o espaço que precisavam para um avanço rápido. Não teriam demorado dez minutos para atingir o objetivo.

Lá chegando, os menores infratores foram diretamente dirigidos para uma pequena sala, onde seriam interrogados, mas Aomine não. O jovem foi conduzido pelo marinheiro que o abordara, bem como por outros dois soldados que se juntaram a ele uma vez que entraram no quartel, até uma salda no andar superior. O rapaz talvez tenha ficado impressionado com o local. O prédio em si era imenso e pintado em azul claro, com ondas em um azul escuro sobrepondo-se a cor principal de um modo quase belo. No interior, vários corredores recortados por portas para diferentes salas e repartições, todos patrulhados por homens vestidos de azul e branco e bonés da marinha. Era um lugar bastante interessante e incentivador para aqueles que desejavam trabalhar pela justiça.

A sala a qual Aomine fora conduzida, longe de ser um local para interrogatórios, parecia ser a enfermaria do quartel. Lá, um homem negro, alto e forte, aproximou-se dos marinheiros que escoltavam o rapaz.

- Mais um civil ferido numa briga de rua? Estou decepcionado com a utilidade discutível de sua patrulha, Wilkes...

- Ora, apenas faça seu trabalho, Jenssem. Sabe muito bem que esta cidade é grande de mais para o baixo efetivo que o QG me oferece. - respondia o homem que havia apontado o mosquete para Aomine mais cedo. - Aprece-se e faça seu serviço, homem! Sabe como o sargento fica quando eu levo a ele um homem ferido para interrogar.

- Tsc. Isso é problema seu. Mas vejamos o que temos aqui... Hum... Parece que alguém andou machucando o braço...

Jenssen, o homem negro e forte que parecia ser um dos médicos do quartel, se aproximava de Aomine, pegando seu braço nas mãos e olhando-o com calma, tentando flexioná-lo e notando as caretas de dor do rapaz. No ponto onde a barra de ferro o acertara, um grande hematoma havia se formado...

- Bem, vá chamar o sargento. Acho que vamos levar um pouco mais de tempo pra cuidar desse aqui, o braço parece estar partido.

Com uma bufada de indignação, Wilkes e os outros marinheiros deixam o recinto, enquanto Jenssem procura conduzir Aomine para uma maca... O que o jovem faria?

Ver perfil do usuário http://onepiecestories.forumeiros.com

Aomine

avatar
Recruta
Recruta
O caminho até o quartel general de logue town da marinha foi curto, mas para Aomine que estava com uma dor insuportável no seu braço e preocupado com o trabalho, aquilo pareceu uma viagem para o West Blue. Ao chegar no local Aomine ficou encantado com o tamanho do local e com sua aparência, os tons de azul dominavam o local, com diversas portas que ligavam a outros lugares. Era realmente enorme o local, Aomine adentrou a uma porta junto com o marinheiro que aparentava ser um ambulatório e lá encontrava-se outro marinheiro, este mesmo homem negro e forte começou a analisar o braço do jovem rapaz, Aomine resmungou diversas vezes que o homem mexia em seu braço, afinal, estava doendo muito, ao ouvir a fala do marinheiro Aomine abriu uma cara de espanto, seu braço havia partido, passara muitas coisas em sua cabeça agora, como ele iria treinar para se tornar um marinheiro ? Como ele iria cozinhar e trabalhar ? Enquanto isto, o médico o levava para a maca, Aomine o acompanhou e sentou-se no objeto.

- Demorará muito para se curar Senhor ?

Perguntou Aomine preocupado com o que poderia acontecer.

Ver perfil do usuário

Aomine

avatar
Recruta
Recruta
@off - Todos os meus posts foram editados... Tirei o template de todos os posts para não bugar o tópico.

Ver perfil do usuário

Gol D. Roger

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)


- Bem, bem.... Felizmente para você, não parece ser uma fratura muito grave - Prosseguia o médico do batalhão enquanto revirava gavetas atrás de faixas e talas de madeira - Ao que tudo indica, o osso não rompeu completamente, e isso é uma ótima notícia. Não está muito inchado, está vendo? O hematoma não parece grave também. Acho que se imobilizarmos com uma tala - dizia enquanto se aproximava novamente do novato, colocando o braço deste em uma posição em que o ajudasse a se recuperar, imobilizando-o com uma tala de madeira, que a marrou a ele com ataduras - pode ser que em algumas horas você recobre os movimentos propriamente. Um dia, talvez.

Ele terminava de falar ao mesmo tempo que finalizava o curativo. A posição em que o braço do rapaz havia ficado era muito mais confortável que todas as outras que ele havia tentado deixá-lo até então, mantendo a dor em uma quantidade bastante suportável. O doutor depois lhe serviu alguns remédios calcificantes, que ajudariam a acelerar sua regeneração.

Neste meio tempo, Wilkes retornava junto com o sargento. Aparentemente, os dois já haviam discutido bastante, de modo que fora o próprio sargento que dirigira a palavra ao jovem.

- É perigoso agir dessa forma na rua, rapaz... Pelo menos, perigoso sem o treinamento apropriado. Fui informado que impedistes um assalto hoje... Bem, sabe que agredir a outro cidadão é um crime, não é? Com está índole que parece ter, não vou poder deixá-lo sair daqui assim. Quantos mais problemas poderá causar? - o oficial fez uma pausa, enchendo o pulmão com ar e dando um leve suspiro - E como já vi que vais precisar de algum tempo na nossa enfermaria... Wilkes, traga um uniforme azul e branco para o garoto. Não sei o que os rapazes me diziam que resmungavas sobre ter de ir ao trabalho, mas receio que tenha um novo agora, recruta.



Ver perfil do usuário http://onepiecestories.forumeiros.com

Aomine

avatar
Recruta
Recruta
Aomine prestou atenção perfeitamente nas palavras do médico da marinha e esboçou um pequeno sorriso ao ouvir que em algumas horas ou em um dia o seu braço já estaria melhor, a posição do mesmo estava confortável, não atrapalhava e a dor, bem menor, era algo suportável.

A ultima frase, foi a melhor, gritando por dentro, Aomine é um garoto frio, porém com está noticia, todos abririam um sorriso em seu rosto, a unica coisa que veio em sua cabeça era o quão duro ele tinha treinado, os dias que ele foi trabalhar exausto e machucado por causa do treinamento, tudo aquilo, fazia um sentido agora, o seu esforço finalmente foi recompensado. Demonstrando apenas um sorriso por fora, Aomine respondeu.

- Okay Senhor, estou ciente dos meus atos errados, eu agradeço está oportunidade. E tenha certeza que darei o meu melhor para prender criminosos.

Sem saber o que fazer, Aomine permaneceu sentado na maca, sem poder fazer movimentos muito brutos, esperou que seu uniforme chagasse.

Ver perfil do usuário

Gol D. Roger

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)


Em um pouco depois, lhe foi dado um remédio sedativo que ajudaria a recompor o dano causado ao osso. Aomine ficaria as próximas horas dormindo, acordando apenas próximo ao horário do almoço. Seu uniforme o aguardava na pequena mesa de cabeceira ao lado da maca...

=======

Off.: Este Role Play e esta aventura estão finalizados. Seu próximo Role Play deverá conter um link fazendo referência a este, e começar exatamente no ponto em que este parou - caso não tenha lido isto nas regras de postagem.

Recompensas da Aventura:

* Elevação de ranking para Recruta na marinha.
* + 150 exp pela Aventura Simples
* + 50 pontos de fama (Aventura Simples)

Total de Exp: + 150 pontos.

Status do Playr:
Dano de 40 pontos no HP, ainda não regenerados. - 20 pontos em Stamina devido a turnos de luta.

Está aventura está finalizada. Não houveram refeições feitas neste [Role Play] - A 1 [Role Play] sem comer. - Braço Fraturado e em Recuperação por mais 1 [Role Play].

Ver perfil do usuário http://onepiecestories.forumeiros.com

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum