. Login Register
One Piece RPG

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Role Play]-Finalmente Livre... Certo ?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Sab Out 03, 2015 3:26 pm

Finalmente Livre...Certo ?


Basílio tinha saído despercebido no vai e vem do navio, uns marujos carregando
caixas pra fora, outros carregando caixas pra dentro, outros marujos saindo em
direção aos bares, a típica movimentação de um porto, ou seja um caos
organizado,e  Basílio conhecia bem a dinâmica de um porto, afinal trabalhara por
quase toda a sua curta vida em um porto.

Já um pouco distante do navio, mas ainda no porto, ele tinha um objetivo
imediato: COMIDA! , pois tinha pegado apenas o mínimo, afinal alguém de sua
estatura e robustez comer a vontade em um navio, seria facilmente detectado por
qualquer cozinheiro que mantivesse o mínimo de controle sobre o seu estoque de
comida,e essa certamente não era a intenção de Basílio.

Seus objetivos não imediatos era adquirir mais conhecimento sobre o mundo que o
estava cercando, em que... como se chama mesmo ?...hum-hum, é claro "pais",
em que pais ele estava ? E outras coisas que se apresentavam bem vagas para o nosso jovem rapaz .

E assim começa a aventura de Basílio, faminto, fugindo da marinha e caminhando
ansiosamente em um porto de um "pais" desconhecido.  

 





Objetivos      
-Conseguir Comida
-Adquirir o Conhecimento Comum desse "Novo Mundo"


Status- Basílio
HP :300
Stamina :280






Observações
-Conhecimento comum do "Novo Mundo" é o nosso conhecimento comum, coisas como comportamentos determinados, costumes,e questão do conhecimento propriamente dito é geografia básica(Países,regiões,latitude,longitude), português básico(interpretação e leitura de textos), matemática porem é conhecida por causa do oficio.  

Ver perfil do usuário

2 Re: [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Sab Out 03, 2015 10:01 pm

O garoto saiu despercebido do navio, quase que um marujo o percebe, sorte que estava um caos a descida dos homens do navio, caso contrario, alguém estaria com problemas. A fome era evidente no garoto, o quanto mais ele andava mais era possivel ouvir sua barriga roncando de fome.

O clima estava agradável, a primavera trazia um cheiro agradável das flores que tinham perto do porto. Um pouco a frente do porto era possivel ver um enorme reino e ao leste a vila de Foosha. A movimentação dos piratas era obviamente para o reino. Onde a maioria dos comércios era localizados. Era possivel ver ainda piratas que desciam do navio correndo em direção do reino atrás de tavernas para beber.

O garoto então passa a ter duas escolhas, ir ao reino atrás de uma taverna, restaurante e derivados atrás de comida ou se locomover para o leste até a vila para ver se consegue comida. Qual será a sua escolha ?

Ver perfil do usuário

3 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Dom Out 04, 2015 10:20 am

Basílio tinha uma pequena escolha a frente, seguir para a vila foosha, ou seguir para o bar, mas não era assim que Basílio visualizava, para ele essa era uma grande escolha, e ele tinha duas opções, seguir para um bar e ser capturado, ou seja NÃO-LIBERDADE  OU seguir até a vila foosha, longe dos marinheiros, e ter o que se chama de "LIBERDADE".

Por isso Basílio segue marchando para a "LIBERDADE",cerrando os dentes,apertando a barriga.

"LIBERDADE"

Seu estomago protestando violentamente, cada ronco era um soco, a visão ficando borrada.

LIBERDADE

Dobrado sobre o seu estomago, a sua força se esvaindo , a visão ficando escura.



Não apenas mais seu estomago, mas o seu corpo todo estava se revoltando com a negligencia, cada passo era uma batalha,todo seu enorme e robusto corpo resistia a cada movimento.


=======

Estava na frente de um bar, Basílio demorou um pouco a notar devido a sua visão estar em um estado bastante precário,mas definitivamente era um bar. Não era a primeira vez que traia seus ideais, os hábitos de sua vida antiga ainda estavam cravados em seu ser, como esperava livrar-se dessa bagagem maldita em apenas alguns dias ?

Basílio enxuga uma pequena lagrima que escorria pelo seu rosto, levanta-se e entra no bar, seu corpo não protesta, agradece entretanto Basílio, volta  a resignar-se a si mesmo, afinal teve novamente seus ideias quebrados,e nunca ficou mais fácil quebra-los, sempre mais doloroso, agora mais do que nunca...  






Status
HP :300
Stamina:280


Observações
-Apenas pra deixar claro, apesar de estar bastante explicito, meu personagem é "estilo Usoop", ele quer ser um "homem livre", mas não sabe como ser um e não sabe o que é liberdade assim como o Usoop quer ser corajoso mas(no inicio) não sabia direito o que era coragem, e nem como ser corajoso.

Ver perfil do usuário

4 Re: [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Seg Out 05, 2015 12:14 pm

O garoto chega ao bar vivo, com muita fome e adentrar no estabelecimento percebe um local vazio, com apenas três pessoas sentadas nas poucas mesas tomando um pouco de cerveja e comendo algumas coisas que o local proporcionava. Completamente rustico, o bar contava com apenas um atendente que ficava atrás do balcão quase sempre. Por mais que seja pouco frequentado, o local se mantinha sempre limpo.

Quando o garoto Basílio entrou no local, todos que estavam lá rapidamente fitaram seus olhos no garoto, não era muito comum fregueses no local, já que perto havia um reino com diversos bares. Era evidente que o garoto não estava bem, logo o atendente do bar deslocou-se rapidamente para ajudar o mesmo, o colocando em uma cadeira.

- Você está bem garoto? Precisa de algo? Uma agua ?

Perguntou o homem que cuidava do local, enquanto isso, os outros três homens que lá estavam a beber ficaram olhando para o garoto.

Ver perfil do usuário

5 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Seg Out 05, 2015 6:55 pm

Basílio entrou no bar, mas nem mesmo chegou a ver o bar por dentro,pois sua visão já embaçada, escureceu, e o jovem de 20 anos, com 197m e 118Kg amoleceu feito papel,e iria cair como uma arvore se não fosse o atendente.

Basílio voltou a ver,e viu um homem na sua frente,o encarando de perto e...ele sentado em uma cadeira... seus hábitos do passado novamente se manifestaram(afinal,não era incomum os guardas eventualmente interrogarem um "trabalhador qualquer" no lugar aonde Basílio vivia até não muito pouco tempo...)e imediatamente teve um ataque de panico, começou a tremer incontrolavelmente, seu coração foi parar "na garganta", ...começou a suar como se estivesse trabalhando a todo vapor nas docas.

[pensamento]ME PEGARAM ! ESTOU FERRADO, NÃO SAIO VIVO DESSA, NÃO POSSO VOLTAR, NÃO POSSO VOLTAR.[pensamento]

Em uma questão de segundos ele foi de "estático" para "tentando fugir"[l/eft]

[movimento] Basílio, pulou para trás, ainda sentado na cadeira, ele esperava cair no chão, aonde iria se arrastar para longe do homem(atendente) que estava na sua frente[movimento]

O movimento foi feito em conjunto de gritos

[fala]- NÃO, NÃO....NÃO.... POSSO VOLTAR.. PARA LÁ...[fala]

Desespero estampava seu rosto,em sua tentativa (fútil)  de escapar usando o resto de suas forças(não existe um resto)...

Ver perfil do usuário
O garoto parecia ver alucinações, o atendente do bar que estava em sua frente ficou assustado por um momento mas logo se recompôs, Basilio fez um movimento para trás gastando o resto de sua energia e caindo no chão. O atendente do bar logo pegou o garoto e o colocou na cadeira novamente.

- Não pode voltar para onde ? Você está bem ?

Perguntou o atendente do bar. Em seguida, o mesmo chamou um dos homens que estava no local e pediu para que ficasse de olho no local por mais uma rodada de cerveja. O atendente do bar estava realmente disposto a ajudar o garoto. Levantou-se e dirigiu-se ao balcão, pegou um copo de água e levou até o garoto, entregou para o mesmo beber.

- Está tudo bem rapaz, não se preocupe... Você parece mal, aconteceu alguma coisa? Beba está água, enquanto vou preparar algo para você comer, parece estar faminto, está faminto ?

Logo depois o homem dirigiu-se ao balcão novamente e começou a preparar algo para o garoto comer, poucos minutos depois o atendente volta com uma tigela de Ramen e um par de hashis, colocou ambos em cima de mesa e empurrou para Basílio.

- Coma, vai te fazer melhor...

Sentou-se depois na cadeira em frente ao garoto.

- Então... O que houve ? Por que está assim ? Tem medo de algo ? Vamos rapaz, pode falar não vou lhe fazer mal algum.

Ver perfil do usuário

7 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Ter Out 06, 2015 5:47 am

Basílio tinha desespero estampado em sua cara, porem ao ouvir o homem:

- Não pode voltar para onde ? Você está bem ?

*Ele não sabe de nada! Ele não é da marinha, mas ainda assim não devo falar sobre de onde eu vim...pois ele pode reportar para a marinha...*

Agora Basílio estava apenas parecendo cansado, bem muito cansado, porem apenas agora ele pode olhar os seus arredores, ele percebeu o interior do bar, era um lugar limpo, vazio e de certa forma aconchegante...também percebeu que nas poucas mesas do Bar, havia três pessoas sentadas, bebendo e comendo, olhando ele(Basílio), um tanto perplexas, afinal não é todo o dia que se um jovem chegar desmaiando em um bar e tendo um ataque de panico....

*Será que elas estão assustadas ? Ah não gosto quando as pessoas começam a me encarar..*

O jovem teve seus pensamentos interrompidos com o atendente o alcançando um copo de água e perguntando:

- Está tudo bem rapaz, não se preocupe... Você parece mal, aconteceu alguma coisa? Beba está água, enquanto vou preparar algo para você comer, parece estar faminto, está faminto ?

Seu estomago imediatamente respondeu, com um forte ronco,e ele falou...

-Sim...faminto....

Basílio olha para o Atendente com princípios de vergonha, mas simplesmente estava muito cansando(e com fome) para se preocupar com maiores requintes educacionais

Logo depois o homem dirigiu-se ao balcão novamente e começou a preparar algo para o garoto comer, poucos minutos depois o atendente volta com uma tigela de Ramen e um par de hashis, colocou ambos em cima de mesa e empurrou para Basílio.

- Coma, vai te fazer melhor...

Basílio comeu com gosto,e mesmo sendo desajeitado com os hachis, era possivel ver o garoto um pouco mais alegre e disposto, pelo menos em relação a forma e estado que ele estava antes. Logo após ele terminar, o atendente fez uma nova pergunta, enquanto se sentava em uma cadeira em frente ao garoto.

- Então... O que houve ? Por que está assim ? Tem medo de algo ? Vamos rapaz, pode falar não vou lhe fazer mal algum.

[center]*Eu deveria falar algo para ele, ele me fez comida e me ajudou...Nome, profissão e coisas assim devem bastar eu acho...*  

-Eu sou basílio...Sou um carpinteiro....estava muito bom a comida, obrigado

Ele olha mais uma vez para o atendente,sente uma pontadinha de culpa e fala mais um pouco

-De qualquer modo, agora estou seguro.....e bem sabe que lugar é esse ?





Observações
falas de Basílio
Pensamentos
Falas do Atendente/Barman

Ver perfil do usuário
O atendente sorriu para Basílio ao ver que estava satisfeito e bem, retirou o prato e a caneca de água da mesa e os levou até o balcão, voltando rapidamente para falar com o garoto, puxou a cadeira e sentou-se novamente.

- Você está em Dawn Island, na vila Foo...

Antes que o atendente terminasse de falar, a porta do estabelecimento foi aberta, por ela, entrava dois recrutas da marinha, com suas espadas na cintura, eles conversavam entra si. O Atendente rapidamente levantou-se da mesa e foi os atender, ambos os homens estavam fazendo a procura de uma mulher que devia algumas coisas ao reino, ao ver que a mulher não estava lá, eles sentaram-se na mesa frente a Basílio e pediram canecas de rum, bebiam e conversavam sem notar a presença de Basílio, mas não por muito tempo, alguns minutos depois, um dos marinheiros notou a presença de Basílio e ficou encarando-o, levantou-se da cadeira em um instante e segui até a mesa onde Basílio estava, bateu na mesa com sua mão pesada e perguntou.

- Ei garoto, você não aparenta ser de maior, qual a sua idade ?

Perguntou o marinheiro, afinal crianças não devem ingerir qualquer tipo de alcool.

Ver perfil do usuário

9 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Qua Out 07, 2015 12:20 pm

- Você está em Dawn Island, na vila Foo...

Antes que o atendente terminasse de falar, a porta do estabelecimento foi aberta, por ela, entrava dois recrutas da marinha, com suas espadas na cintura, eles conversavam entra si. O Atendente rapidamente levantou-se da mesa e foi os atender,


*Depositei muita fé, nele, eu sabia ele não é de confiança...eu devia sair daqui...*

A postura de Basílio, mudou significativamente, se antes ela estava quase relaxada e minimamente confortável, agora estava tenso, como se quase esperando uma luta.

ambos os homens estavam fazendo a procura de uma mulher que devia algumas coisas ao reino, ao ver que a mulher não estava lá, eles sentaram-se na mesa frente a Basílio e pediram canecas de rum, bebiam e conversavam sem notar a presença de Basílio


Basílio ouviu alguma coisa sobre uma mulher que devia algo ao reino, mas isso não o interessava minimamente, por isso levantou-se para sair do bar, quanto mais longe melhor.

mas não por muito tempo, alguns minutos depois, um dos marinheiros notou a presença de Basílio e ficou encarando-o, levantou-se da cadeira em um instante e segui até a mesa onde Basílio estava, bateu na mesa com sua mão pesada e perguntou.

- Ei garoto, você não aparenta ser de maior, qual a sua idade ?
 

Basílio encarou o marinheiro por um tempo, antes de dizer, com um visível tom de desprezo.

-20...

Após a resposta curta e seca, Basílio vai em direção ao atendente,num tom respeitoso,mas seco.

-Obrigado pela preocupação...

*Ele ao menos me deu comida,e água...mas ainda sim, a marinha veio aqui...não atrás de mim, mas um dia virá...*

Basílio segue em direção a porta,e a procura de um local aonde a marinha não o ache,e ele possa viver como um homem livre.





Falas do Atendente
* pensamento de Basílio *
Falas do Marinheiro
Falas do Basílio


Observaçõs
-Quanto tempo passou no Role Play em ON ?

Ver perfil do usuário

10 Re: [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Qua Out 07, 2015 2:21 pm

Os piratas ficaram encarando Basílio mas deixaram para lá a atitude do garoto, eles queriam mesmo é apenas curtir, Basílio então saiu do bar, tendo em vista toda a vila foosha para caminhar, passavam algumas mulheres carregando alimentos e crianças brincando pelas ruas da vila, um local bem animado, para onde o garoto iria agora ?

Obs::
Aproximadamente uma hora e meia. Uma hora e quarenta

Ver perfil do usuário

11 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Qui Out 08, 2015 6:20 am

Basílio tinha saído de uma situação tensa,apesar dos marinheiros não estarem procurando ele, ele não gostava dos marinheiros, ou de qualquer pessoa da marinha na verdade, muito menos da marinha.

Não ficou de mau humor por muito tempo, pois o clima estava a seu gosto, um sol forte junto de uma brisa refrescante vinda do mar...muitas vezes se sentiu tentado a fugir em dias assim... Pode também observar, inúmeras crianças brincando, mulheres cuidando das crianças e carregando alimento despreocupadamente....

*Quem dera eu pudesse viver assim, tão livre...mas quem disse que eu não posso ? Já sou livre afinal!  

Basílio com o animo, um tanto revigorado, decide abordar uma das mulheres e pergunta-las aonde ele estava....

-Moça ?...eu só gostaria de perguntar, que lugar é esse ?

ele fala para uma moça que estivesse passando, no tom mais amigável que ele pudesse.




Observações
-Cara, como 2 recrutas da marinha viraram piratas ?

Ver perfil do usuário

12 Re: [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Qui Out 08, 2015 4:14 pm

A mulher toma um susto, mas logo passa, com um sorriso no rosto, colocou as coisas que segurava no chão e respondeu ao garoto que estava perdido pelo local

- Nós estamos na Vila Foosha meu jovem, em Dawn island, aqui, é o reino de Goa

Respondeu a mulher rapidamente para o garoto, com um tom de voz agradavel e gentil, logo a mesma pegou suas coisas e continuou seu caminho.

Agora que Basílio já sabia onde estava, o que o garoto fará ? Buscará saber mais sobre o local ? Tentará conseguir um lugar para ficar ?

hudshsduds:
Erro meu, desculpa, o correto é marinheiros, eu estava narrando o Ayaki antes e me buguei, perdão.

Ver perfil do usuário

13 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Qui Out 08, 2015 7:56 pm

A mulher toma um susto, mas logo passa, com um sorriso no rosto, colocou as coisas que segurava no chão e respondeu ao garoto que estava perdido pelo local

- Nós estamos na Vila Foosha meu jovem, em Dawn island, aqui, é o reino de Goa

Respondeu a mulher rapidamente para o garoto, com um tom de voz agradável e gentil, logo a mesma pegou suas coisas e continuou seu caminho.


*Hum, gostaria de saber aonde, é o Reino de Goa, digo aonde fica em relação a Tequila Wolf, mas bem acho que eles podem me ter dado por morto ou simplesmente não se reorganizaram ainda...não posso ser descuidado, mas não posso deixar de aproveitar, a minha, hum,...."liberdade". *

O clima favorito de Basílio realmente o tinha deixado com um humor mais amigável.

* Ah, eu deveria aproveitar e ver o mar, pegar alguns alimentos, e ir achar um esconderijo...*

Com esse pensamento despreocupado em mente Basílio se dirige ao porto, a procura de alimentos, mas não vai de forma apressada, pelo contrario, vai devagar aproveitando a brisa, vinda do mar e o sol forte, que ele tanto gosta...

Ver perfil do usuário

14 Re: [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Sex Out 09, 2015 1:17 pm




Chegando no porto era possível ouvir uma enorme gritaria vindo de entro das muralhas do reino, e diversas pessoas correndo em direção ao local, deixando seus navios sozinhos. Aqueles que chagavam corriam rapidamente para o local também. Uma aglomeração de pessoas um pouco depois da entrada no reino era vista de muito longe.

Com os barcos vazios, era a oportunidade perfeita para conseguir alguns suprimentos.




 

Ver perfil do usuário

15 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Sex Out 09, 2015 10:32 pm

Chegando no porto era possível ouvir uma enorme gritaria vindo de entro das muralhas do reino, e diversas pessoas correndo em direção ao local, deixando seus navios sozinhos.


* A marinha, deve ter se dado conta, do que aconteceu em Tequila Wolf, devo agir com cuidado... Mas também devo pegar os alimentos para ir me esconder...Devo me arriscar um pouco, então, mesmo a contra gosto*

Basílio voltava a olhar e parecer resignado de sempre, ele escolhe um navio que parece mercante, aproveitando o fato que ele parece com um trabalhador do porto, vai em busca de alimentos.

Ver perfil do usuário

16 Re: [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Seg Out 19, 2015 1:59 pm





Quando o garoto adentrou no navio era possível visualizar que o mesmo estava realmente vazio, a porta da cozinha estava aberta, e lá dentro era possivel sentir o cheiro de algo que acabara de ser feito, a carne estava em cima de uma pequena mesa dentro da cozinha, a mesa estava servida com carne e sake.



 

Ver perfil do usuário

17 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Qua Out 21, 2015 7:53 pm

Basílio tinha entrado no navio tão logo sentiu o cheiro de algo que acabara de ser feito.

Comida fresca ! Porem isso significa que quem cozinhou está por perto, provavelmente o cozinheiro e ele deve conhecer todo a tripulação afinal serve comida para eles, devo agir com cuidado..

a porta da cozinha estava aberta[...]a carne estava em cima de uma pequena mesa dentro da cozinha, a mesa estava servida com carne e sake.


Ah, isso pode dar tão errado...

Basílio hesitou, mas entrou. Cuidadosamente, tentando mascarar o barulho de seus passos, e tentando ouvir se vinha alguém...

Ver perfil do usuário

18 Re: [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Qui Out 22, 2015 6:51 pm

Com o navio vazio, e o unico barulho vindo do lado de fora do mesmo, com pessoas gritando e andando, a unica coisa que era possivel sentir lá dentro era o cheiro formidavel da comida que estava ali servida. O primeiro passo do garoto para a cozinha fez um barulho em um tom mediano, a madeira estava solta, fazendo um som irritando. Porém, ninguém apareceu, confirmando mais ainda que a presença de Basílio era unica ali no local.

Ver perfil do usuário

19 [Role Play]-Finalmente Livre... Certo ? em Dom Out 25, 2015 6:32 pm

O primeiro passo do garoto para a cozinha fez um barulho em um tom mediano, a madeira estava solta, fazendo um som irritando


Oh droga, é melhor não ter ninguém, senão eles vão me pegar..

Basílio estava nervoso, afinal a não a muito tempo estava livre,e se fosse preso teria novamente a sua liberdade perdida. Porem como não houve nenhuma reação ao barulho que ele fez, Basílio percebeu que estava sozinho, então rapidamente, ele procura uma sacola, para colocar a carne e o sake, seria muito perigoso comer no navio.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum