. Login Register
One Piece RPG

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Role Play] Um Engenheiro No Pedaço

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Ter Out 06, 2015 3:04 pm


Um Engenheiro no Pedaço



Mais um dia quente, o calor estava de matar, meu cuspe praticamente evaporava antes de chegar no chão, sem nuvens, a única coisa branca que passava pelo céu era as gaivotas. Como me arrependo de ter vindo para cá, em Syrup era melhor, ao menos tinha um ventinho, mas se quero caçar piratas e melhorar em engenharia, não há nada melhor do que uma cidade grande com uma base da marinha.
- Então vamos nessa! - Dizia para mim mesmo
Levantava da cama, tomava um banho e ia tomar um café e comer um pão "cacetinho" (pão francês), arrumava uma saco, com duas mudas de roupas, e as exatas dez e quarenta da manhã, partia para o Porto Sul em busca de aventura.

Objetivos:
- Conseguir comidas que não necessitam de preparo.
- Adquirir experiência e materiais pro ofício de Engenheiro.
- Treinar o EDC.
- Ganhar o máximo experiência.
- Ser um Caçador de Recompensas.
Status - Nuuma;
HP: 225
ST: 240
Armas:


Estilingue;
Descrição: Um estilingue simples verde, igual ao primeiro estilingue de Usopp
Rank: F
Tipo de Arma: Longo alcance
Tipo de Dano: Perfurante
@Nuuma

Ver perfil do usuário

2 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Ter Out 06, 2015 3:40 pm

Silvers Rayleigh

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)
Narrador;

A caminhada de sua moradia provisória para o porto era um tanto longa, mas não teve problemas algum. Podia observar enquanto caminhava a ilha toda movimentada de uma maneira que era difícil ver, mas tudo se dava porque uma grande empresa estava se instalando na ilha e mercadoria de todos os cantos do East Blue estavam por vir. Alguns mercantes caminhavam para lá e para cá, sempre tendo o porto como ponto de referência - seja como ponto de partida ou de chegada.

A movimentação também tornava a marinha mais ocupada, porque uma vez que aquela grande empresa estava por vir, pessoas interessadas em saqueá-la era um "brinde". Alguns recrutas estavam servindo como escolta, reduzindo potencialmente a sua presença sob os cantos de Loguetown. Hoje era um bom dia para quem gostaria de se tornar um aspirante a caçador de recompensas, assim como Numa.

Quando o jovem chegava ao porto, podia ver os grandes navios mercantes que estavam ancorados ao porto, fora os que não eram para aquela especifica empresa, somando um número enorme. Porém, a única agitação dali se dava pelas mercadorias que iam e vinham, além do comércio do porto que sempre fora movimentado.

Exploraria o porto em busca de algo interessante, se dirigiria para alguma taberna pelas redondezas? Numa ainda não havia achado nada que pudesse ser de seu interesse.

Ver perfil do usuário

3 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Ter Out 06, 2015 5:55 pm


Que Fome!



Realmente, estava mais quente que quando eu estava em casa, andar pelas ruas tumultuadas era uma dificuldade, um baita cheiro de suor.
- Por que inventei de sair de casa hoje?
Que fome! E olha tomei café a pouco tempo, deve ter uma taberna por aqui, esse lugar recebe milhares de pessoas por dia. Pois bem, é isso mesmo que irei fazer vou atrás de um lugar para comer, posso até encontrar algo interessante no caminho.

Status - Nuuma;
HP: 225
ST: 240
Armas:


Estilingue;
Descrição: Um estilingue simples verde, igual ao primeiro estilingue de Usopp
Rank: F
Tipo de Arma: Longo alcance
Tipo de Dano: Perfurante
@Nuuma

Ver perfil do usuário

4 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Ter Out 06, 2015 6:19 pm

Silvers Rayleigh

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)
Narrador;

De uma maneira repentina, mesmo que após ter bebido um pouco de café, a fome batia e o estômago de Numa roncara. Havia simplesmente desistido de seguir sua exploração pelo porto e mudava a sua rota para a taberna mais próxima que pudesse encontrar, que era só entrar numa das ruas que saiam do porto e virar a direita: era num beco, já que o bar não seguia muito os parâmetros "normais", sendo um lugar um tanto fora da lei, mesmo que de grande fama.

Chegando lá, a taberna se encontrava meio vazio, talvez porque ainda era cedo para as pessoas virem encher a cara. Apenas uma mesa que possuía uma dupla de pessoas, e um homem no balcão. Este no balcão, comentava com o barman sobre algum possível naufrágio pirata nas redondezas, vítima de uma outra tripulação pirata.

Até agora, Numa não tinha muito com o que trabalhar. Talvez enchendo o estômago, poderia aproveitar melhor o seu dia.

Ver perfil do usuário

5 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Ter Out 06, 2015 6:46 pm


Que Sede!



Já não bastava fome, agora a sede... Indo de beco em beco, eu achava um bar tanto que conhecido o "Bar do Arli do", pelo menos era o que dizia a placa, pois pelo visto uma letra havia caído. A única vez que ouvi falar desse lugar foi quando eu era criança, meu irmão me contou, de umas viagens suas, mas nas histórias parecia mais arrumado, mas vai ver que com o tempo foi perdendo clientes, a grana baixou e arrumar ficou mais difícil, mas não sou barman para dizer esse tipo de coisa, sou apenas mais um freguês.
O cheiro do local não é nada agradável, imagina o banheiro... Havia poucas pessoas no lugar, vai ver por que era de manhã, beber cedo é o cúmulo, ou acúmulo, acúmulo de álcool, chegando no balcão eu conseguia ouvir o cara falando baixo, quase sussurrando:
- Você viu o naufrágio?
- Aquele dos piratas? - Respondia o barman
- Ei fale baixo! E sim, esse mesmo.
A conversa continuava, mas não conseguia ouvir da entrada, tive de me aproximar um pouco mais, estava interessado e com sede.
- Ei! Pode me ver uma água e o cardápio? E que naufrágio é esse?

Status - Nuuma;
HP: 225
ST: 240
Armas:


Estilingue;
Descrição: Um estilingue simples verde, igual ao primeiro estilingue de Usopp
Rank: F
Tipo de Arma: Longo alcance
Tipo de Dano: Perfurante
@Nuuma

Ver perfil do usuário

6 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Ter Out 06, 2015 7:17 pm

Silvers Rayleigh

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)
Narrador;

Dando uma de intrometido na conversa, Numa simplesmente perguntava sobre o que acabara de ouvir, o possível naufrágio nas redondezas de Loguetown. Ambos, tanto o barman quanto o homem que comentava sobre tal assunto, o encarava de uma maneira estranha, por sua forma de entrar na conversa cara de pau. Mas o homem deu de ombros, e o barman foi buscar o que era solicitado, com ninguém se importando muito com a ação de Numa.

- Eram um trio de piratas que estavam ganhando conhecimento pelo East Blue, caçados pela marinha. Ouvi dizer que um tiro de canhão os acertaram, de uma outra tripulação, e esta tripulação jura que o alvo foi afundado... Mas também ouvi dizer que o navio está ancorado aqui, mas aos pedaços! - conforme falava, sua entonação mudava, e começava a fazer gestos com a mão, representando aquilo que dizia. Contava de uma maneira interessante, e que talvez pudesse ser atraente até mesmo para Numa.

O barman chegava com um copo da água e um cardápio, com algumas poucas opções, exclusivas para o café da manhã.

- Frutas frescas
- Pão cacetinho
- Pão de centeio

Ver perfil do usuário

7 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Ter Out 06, 2015 8:19 pm


Um Trio de Piratas?



A espera do copo de água, parece que de fato haviam me ignorado, bastava apenas esperar o cardápio e a água, achava estranho, que ao me interessar, a fome havia passado, porém a sede... O homem do meu lado parecia não ter gostado de mim, não posso fazer nada além de aceitar, brigas não são o que eu procuro, eu procuro piratas e vingança por meu irmão Kunoiro e ele...
O barman chegava com o copo da água e o cardápio, nada de muito interessante mas para passar a fome repentina dava pro gasto, e quando ia falar que queria as frutas, ele começava a me explicar:
- Eram um trio de piratas que estavam ganhando conhecimento pelo East Blue, caçados pela marinha. Ouvi dizer que um tiro de canhão os acertaram, de uma outra tripulação, e esta tripulação jura que o alvo foi afundado... Mas também ouvi dizer que o navio está ancorado aqui, mas aos pedaços!
Eu começava a pensar, e ao mesmo tempo ia surgindo um sorriso em meu rosto, fazia tempo que não me empolgava tanto.
- Eu vou querer duas laranjas e uma maçã! - Dizia apressado - Muito obrigado pelas informações!
Eu bebia a água correndo, pegava as frutas, deixava o dinheiro equivalente e saía do bar em busca de algum barco aos pedaços, uma multidão, ou algo que pudesse estar relacionado aquilo.
- Eu vou vingar vocês dois!

Considerações:
- Eu não havia entendido muito bem sobre quem havia dado as informações, então considerei que foi o barman.
- Pra caso não tenha lido, que acho que eu devia ter comentado antes, que pode fazer você adicionar algo na trama relacionado, no caso minha história, que a tornaria mais interessante. Meu personagem perdeu duas pessoas que gostava muito, o irmão e um amigo, os dois foram mortos por piratas, e o personagem quer vingar eles, e exterminar o máximo de piratas possíveis.
Status - Nuuma;
HP: 225
ST: 240
Armas:


Estilingue;
Descrição: Um estilingue simples verde, igual ao primeiro estilingue de Usopp
Rank: F
Tipo de Arma: Longo alcance
Tipo de Dano: Perfurante
@Nuuma

Ver perfil do usuário

8 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Qua Out 07, 2015 3:06 pm

Silvers Rayleigh

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)
Narrador;

As frutas estavam postas sob o balcão durante o boato que o barman informava, mas Numa estava tão focado naquilo que ouvia que mal notara. Mesmo que não fosse sua intenção, todos ali notavam que o garoto havia se animado de uma maneira indiferente, empolgante. Sorria, e assim que dava conta que suas frutas ali estavam, as apanhou e deixou a quantia de berryes referente a sua pequena compra, quinze míseros berryes, e saiu correndo, disparado.

Aquele movimentado porto notava aquele chamativo rapaz correndo e olhando para a água de uma maneira estranha, e ele podia ver os olhares lançados a ele, embora não ligava muito naquele momento. Não enxergou nada por ali, mas deixou de observar só aquela parte e foi mais além. Acabou que, numa área isolada e que não podia ser vista do porto, encontrou o que procurava.

Era um Escaler, mas realmente "era", porque seu casco danificado podia ser visto de longe. Talvez ainda reparável, mas com muito trabalho e por um belo custo. Olhando o estrago, podia ver que era por muito pouco que o naufrágio não havia acontecido, e por este detalhe que talvez não foram atingido por outra bala. Ao lado de fora, sentado na areia, um homem estava sentado. Era um pirata.

Ver perfil do usuário

9 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Qua Out 07, 2015 4:39 pm


O Alvo



Lá estava eu, correndo pelo Porto Sul, em busca de alguma informação sobre o misterioso barco e seus piratas, não parava de olhar para a água em busca de algum navio em mal-estado, nem mais ligava para as pessoas que olhavam pra mim, ficar perdendo tempo parecendo normal não ia me render nenhum lucro, apenas vou continuar a correr.
Começava a ignorar aqueles barcos do porto, ninguém deixaria um barco destroçado solto para as pessoas verem, a não ser que quisesse atenção, mas para um pirata que quase perdeu a sua embarcação isso não seria interessante.
Depois de tanto andar, praticamente saindo do Porto eu avistava um barco tanto quanto pequeno, mas destroçado, para um trio era perfeito o tamanho, mas não via piratas, será que morreram, será que fugiram, só sei que tenho de vasculhar, posso achar alguma informação importante ou até mesmo materiais, indo em direção dele, eu avistava algo tanto que interessante... Um Pirata...
Eu dava um breve sorriso, pelo visto encontrei mais do que queria, eu retirava meus estilingue da minha cintura, e pegava três chumbinhos, dois preparados, e outro no estilingue mirando na cabeça do homem que inocentemente olhava para o mar, tentando desmaia-lo ou matar o mesmo.

Status - Nuuma;
HP: 225
ST: 240
Armas:


Estilingue;
Descrição: Um estilingue simples verde, igual ao primeiro estilingue de Usopp
Rank: F
Tipo de Arma: Longo alcance
Tipo de Dano: Perfurante
@Nuuma

Ver perfil do usuário

10 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Qua Out 07, 2015 4:52 pm

Silvers Rayleigh

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)
Narrador;

Infelizmente, dentre todas as armas que um atirador poderia utilizar, estilingue era uma das menos precisas, se não a menos. A mira de Numa era algo muito chamativo, claro, mas o vento não colaborou naquele instante, talvez por ser um lugar bem propício a ventos médios. Enquanto o chumbinho voava rumo a cabeça do homem sentado, uma brisa soprava do mar para dentro de Loguetown, e alterava o curso do chumbinho - a distância de Numa e do alvo também colaborava. Ele acertava em cheio o braço do homem, que gritava, mesmo não sofrendo nenhum grave dano. O grito se dava por puro reflexo, talvez.

O homem olhava para os lados, e logo podia notar Numa que não havia dado nem mesmo o trabalho de se esconder nas moitas que o cercavam, ficando totalmente visível. O pirata rapidamente se levantou, botando a mão sobre a área de seu braço direito atingido, demonstrando involuntariamente que estava com um tanto de dor. Começou a correr rumo o atirador, com ambos punhos cerrados. Seu objetivo era acertar um soco de esquerda no queixo de Numa, e depois tentar um novo golpe após a reação de Numa, que seria um soco de direita no estômago. Estaria atento para próximos disparos, tentando desviar de todos durante o seu trajeto.

Ver perfil do usuário

11 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Qua Out 07, 2015 6:38 pm


Não Se Brinca Com Vento



A sensação de puxar as borrachas do estilingue, no ato do disparo, foi... Ótima! Nunca gostei de brigar, mas é um pirata, um dos que mataram meu irmão, meu amigo e que futuramente vão matar mais, não posso deixa-los.
Me sinto burro ao que fiz, esqueci que a beira do mar o vento sempre sempre é forte, e meu disparo foi redirecionado, e para o melhor o homem me viu, e eu sem pensar atirei, erro da minha parte. Não irei errar novamente, na próxima ele cai.
O pirata olhava para os lados, e logo me avistava, a pequena esfera de chumbo foi parar no seu braço, fazendo o mesmo soltar um grito, logo se levantando, porém demorado por conta do jeito cujo sentava, com as pernas cruzadas, ao mesmo momento eu peguei as duas munições que eu havia separado e mirando acima de seu ombro esquerdo eu efetuava um disparo, visando acertar em sua cabeça, por conta do vento que cortava para a direita no momento, e caso não acertasse eu tentaria acertar outro chumbinho em sua barriga, mirando em seu braço esquerdo para o parar no avanço contra mim, logo recuando para as moitas que haviam três metros atrás de mim.

Considerações:
-Todos meus movimentos foram executados na maior velocidade o possível.
- Aproveitei para dizer o jeito que ele estava sentado.
Status - Nuuma;
HP: 225
ST: 240
Armas:


Estilingue;
Descrição: Um estilingue simples verde, igual ao primeiro estilingue de Usopp
Rank: F
Tipo de Arma: Longo alcance
Tipo de Dano: Perfurante
@Nuuma

Ver perfil do usuário

12 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Qua Out 07, 2015 8:04 pm

Silvers Rayleigh

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)
Narrador;

Para infelicidade de Numa, o homem estava olhando fixamente para o atirador até mesmo enquanto se levantava, e jogou seu corpo para a direita por puro instinto. Seu braço direito, o atingido, era usado como apoio para que não caísse ao chão. Junto com o impacto que seu braço sofria, o homem gritava loucamente. O efeito que o chumbinho em seu braço estava sendo sentido só naquele instante, e o que achou ser apenas alguma dor pela pancada, se tratada de algo muito mais sério. Não havia sentido anteriormente por sua elevada resistência, mas no momento em que precisou usar seu braço, pode notar que ele estava fraturado, e seus gritos de dor anunciavam isto.

No entanto, o homem sabia que estava na mira de novos disparos. Continuou o que antes planejava, mesmo que agora de uma maneira um tanto forçada - sorte que ele era um homem de alta determinação - e correndo não em linha reta, para que desviasse dos tiros que Numa planejava. Ambos passavam ao seu lado, e iam parar afundados na areia, quase que perto do navio. O lutador pode se aproximar sem nenhum problema, e atravessou a moita num único impulso, atingindo um soco que acertava o peito de Numa. Ele estava visível atrás de seu esconderijo daquela distância, mas se não fossem as moitas o atrapalhando, o lutador claramente conseguiria acertar o soco no queixo de Numa, o atordoando. Por hora, o rapaz tivera apenas que recuar alguns passos para manter o equilíbrio.

- Seu miserável, vai pagar pelo que fez! - exclamava o homem com uma extrema raiva, e desejava descontá-la toda no atirador a sua frente, que enxergava apenas como um mero saco de pancadas. Seu golpe, desta vez, consistiria em manter a sua perna esquerda que estava levemente avançada em relação a direita para cobrir aquela distância que mantinham e buscar um chute na cintura de Numa, da direita para a esquerda.

Ver perfil do usuário

13 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Qui Out 08, 2015 2:43 pm


Movimento Arriscado!



A sede de matar ele crescia a cada segundo em luta, o que era aquilo? Eu não gosto de lutas, espero que isso não se repita, não posso perder o controle. Principalmente agora que ele está com um grave ferimento em seu braço, tinha quase certeza que ele havia fraturado seriamente, principalmente por conta de seus gritos. Mas isso não o impediu de avançar contra mim, rapidamente desviando dos disparos e de repente... "POW!"
Eu só sentia um soco forte em meu peito, que me atrapalhava um pouco para respirar, mas com o impacto fui empurrado pra trás, e o pirata logo voltava um pouco, mas em uma distância que dava para atacar, e eu rapidamente buscava sacar duas munições, assim ele logo executava um chute mirando em minha cintura, ao fazer isso eu tentava segurar sua perna antes de atingir minha cintura, ou tentar diminuir a velocidade, reduzir ao máximo o impacto, logo a apertando com minha cintura e meu braço tentando causar uma forte dor, ou até quebrar. Após isso eu rapidamente colocaria a elástico com a munição entre meus dentes, puxar o estilingue pra frente, e mirando em seu rosto tentaria um disparo.
Caso eu veja que não conseguirei segurar sua perna, eu logo daria dois passos para esquerda, com o objetivo de seu chute passar reto, e logo avançando em cima dele, e tentaria assim uma sequência de 5 socos, três no rosto e dois na barriga, sempre trocando entre mão direita e esquerda nos golpes.

Status - Nuuma;
HP: 225
ST: 240
Armas:


Estilingue;
Descrição: Um estilingue simples verde, igual ao primeiro estilingue de Usopp
Rank: F
Tipo de Arma: Longo alcance
Tipo de Dano: Perfurante
@Nuuma

Ver perfil do usuário

14 Re: [Role Play] Um Engenheiro No Pedaço em Qui Out 08, 2015 11:12 pm

Silvers Rayleigh

avatar
Game Master (GM)
Game Master (GM)
Narrador;

Numa estava entre bloquear o golpe do lutador ou esquivar-se, porém, não sabia se conseguiria bloquear com sucesso. Na correria do combate, não pôde pensar muito, descartando a possibilidade de esquivar-se e arriscar num bloqueio. O chute vinha, e com ambas as mãos, o seu impacto era dramaticamente reduzido, mas ainda considerável. A esquiva seria mais viável, claro, mas como saberia o caro Numa se conseguiria defender sem nem mesmo tentar?! [O soco do post passado com o impacto deste, rendeu-lhe um dano total de trinta e cinco pontos de HP]

O aspirante a caçador tentou forçar a perna do lutador para prejudicá-la, mas o que tinha de precisão, faltava em força. O combate corpo a corpo é, sem dúvidas, a pior desvantagem de qualquer atirador. Não desistindo de tentar feri-lo, fez uso de sua boca para preparar um tiro e disparar, mirando na cara. E em compensação a sua falta de força, sua precisão era sem dúvidas um destaque e tanto, visto que até com a boca seu tiro era preciso e acertava a cara do homem, possivelmente quebrando seu nariz, e o fazendo cair duro no chão, para trás, sendo amortecido pelos arbustos.

Era incrível a maneira de como conseguiu fazer uso de seu estilo de combate numa distância tão curta como essa - que apenas colaborou para que fizesse um grande estrago - sendo de grande eficácia. Seu inimigo estava nocauteado.

• A cada post de combate, o usuário perde dez pontos de stamina. Desconte de acordo com os seus posts de combate.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum